No esquenta do verão

POR Dra. Adriana Lemos (CRM–32011)*

0
Criado em 13 de Novembro de 2014 Cuidar

Reprodução internet

A- A A+

QUE O VERÃO COMEÇA OFICIALMENTE no dia 22 de dezembro todo mundo sabe, mas, neste ano, parece que ele resolveu an­tecipar sua chegada para novembro, mês que também marca o início do horário de verão em grande parte dos Estados brasi­leiros. Uma alimentação mais leve, repleta de saladas, legumes, carnes magras, menos carboidratos, mais produtos integrais e bastante água, associada à intensificação das atividades físicas, são a base para melhorar a saúde e o contorno corporal, e de­vem ser seguidas durante todo o ano. Contudo, é neste período que esses hábitos se intensificam.

As roupas ficam mais leves, e o corpo, em maior evidência. As gordurinhas que se acumularam nos meses mais frios e a celulite que se escondia nas calças jeans, agora, passam a inco­modar mais as mulheres. Para entrar em forma, podemos nos beneficiar também de tecnologias para ajudar a reverter a via metabólica da gordura, de reserva (estoque) à perda (queima), o que melhora também a saúde e, consequentemente, o contor­no corporal. Conheça os métodos não cirúrgicos mais utilizados na atualidade para combater a gordura localizada e a celulite:

Criolipólise: tratamento que age através do congelamento seletivo e controlado do tecido adiposo, promovendo a crista­lização da gordura. Neste processo, há ruptura das membranas das células adiposas e, assim, a gordura é eliminada gradativa­mente pelo organismo entre quatro e oito semanas. As regi­ões do corpo mais indicadas para o tratamento são: abdome, flancos, costas, coxas, culotes e braços. Durante o tratamento, a área a ser tratada sofre ação do vácuo e é submetida a um resfriamento por 40 a 60 minutos. Os resultados, geralmente, atingem a expectativa dos seus adeptos, reduzindo cerca de 1/3 do volume adiposo local com apenas uma sessão.

Ultracavitação: realiza a “quebra” das células de gordura lo­calizada no subcutâneo através do fenômeno de cavitação por ondas de ultrassom, disponibilizando-a para ser transformada em energia e ser “queimada” durante as nossas atividades. São necessárias, no mínimo, de oito a dez sessões para uma redução satisfatória da gordura da área tratada.

Intradermoterapia: tratamento médico que consiste na apli­cação de medicamentos diretamente na camada gordurosa do subcutâneo através de uma fina agulha, com o objetivo de “rom­per” as células gordurosas através de reações químicas. Tem ex­celentes resultados para a gordura localizada na “barriguinha” abaixo do umbigo, flancos (regiões abaixo e ao lado da cintura) e culotes.

Radiofrequência multipolar com vácuo e laser de baixa po­tência: realiza a modelação da camada gordurosa e o estímulo das fibras de colágeno, renovação celular e a melhora da celu­lite. O vácuo realiza trabalho simultâneo, estimulando a drena­gem linfática dos “lixos” celulares da região, imprescindível para um bom resultado. Os tratamentos são indolores, confortáveis e eficazes para celulite e flacidez. Essas novas ponteiras de téc­nicas combinadas otimizam os resultados e reduzem o tempo necessário das sessões (em torno de oito a dez), permitindo o tratamento de várias áreas de uma só vez, dando maior versati­lidade às mulheres modernas.

Se os métodos tecnológicos acima forem bem indicados e realizados por fisioterapeutas e médicos capacitados e com bons aparelhos registrados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para garantir a integridade da pele, o sucesso do tratamento é muito maior. A pele pode sofrer queimaduras e necrose, se o aparelho não estiver registro na Anvisa. Fica o alerta: desconfie de tratamentos muito baratos, pois os apare­lhos sem registro são muito mais em conta do que os que já passaram por testes e têm regulamentação no país.

O que na prática observamos é um maior sucesso do trata­mento do contorno corporal quando há associação dos méto­dos supracitados e, sabidamente, regulamentados, com dieta equilibrada e atividade física regular, o que exige disciplina e vontade de adquirir melhores hábitos de vida, que vão refletir na nossa saúde, aparência e autoestima.

*Membro da Academia Brasileira de Dermatologia, da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia e diretora administrativa da Clínica Yaga Laser & Cosmiatria – [email protected]




AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de Revista Mais. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Revista Mais poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.