TATUAGEM NÃO PRECISA MAIS SER PARA SEMPRE

Cuidar

0
Criado em 17 de Julho de 2015 Cuidar

Fotos: Divulgação

A- A A+
Por Dra. Adriana Lemos (CRM-3211)*
 
A TATUAGEM, OU DERMOPIGMENTAÇÃO, é um desenho permanente feito na pele pela introdução de pigmentos por agulhas, um procedimento que, durante muito tempo, foi completamente irreversível. Independentemente do motivo, o fato é que muitas pessoas se arrependem e desejam “apagar” a decisão do passado. Estudos mostram que, nos EUA, 25% das pessoas com idade entre 18 e 50 anos são tatuadas e que 11.8 milhões (17%) desejam remover sua tatuagem. No Brasil, ainda não existe um estudo com esse tipo de estatística.
 
A tatuagem pode ser removida com crioterapia, dermoabrasão, cirurgia excisional e laser. As três primeiras não são específicas para retirar apenas o pigmento da pele, o que aumenta a chance de aparecerem manchas brancas e cicatrizes.
 
O laser é uma fonte de luz que é absorvida na pele seletivamente pelo pigmento da tatuagem, o que apresenta menor propabilidade de deixar cicatrizes e manchas. Entretanto, não se pode garantir a eliminação completa da tatuagem, especialmente se ela for profissional, multicolorida e localizada nas mãos e nos pés. A remoção a laser de tatuagens atinge a camada da pele que contém a tinta da tatuagem sem causar lesão nas células normais próximas à área tratada. A remoção de tatuagem com laser é mais segura e não invasiva. O laser tem maior afinidade pela tinta, preservando a pele normal.

O SPECTRA LASER TONING utiliza um feixe de luz intenso para clarear significativamente ou remover completamente a tatuagem ou a mancha. Comprimentos de onda diferentes de laser tratam diferentes cores de tinta com eficácia, de acordo com cada tipo de cor. É mais eficaz para o preto e menos para o azul e o amarelo. Então, dependendo da cor da tatuagem, mais de um comprimento de onda de laser deverá ser usado para removê-la. Quando as partículas de tinta da tatuagem ou da mancha absorvem o laser, elas são quebradas em pequenos fragmentos. Esses são então absorvidos ou eliminados através de mecanismos naturais de limpeza do organismo. Esse processo de limpeza geralmente demora em torno de seis semanas. Partículas de tinta maiores, tatuagens mais densamente pigmentadas ou multicoloridas requerem tratamentos múltiplos, em torno de 5 a 10 sessões, com intervalos de 4 a 8 semanas. O número de sessões depende do tamanho, da localização, da densidade, da profundidade e da cor da tatuagem ou da mancha.
Somente ao examinar, o dermatologista poderá precisar melhor a quantidade necessária.

Durante a aplicação do laser, alguns pacientes relatam sentir uma leve picada, como a batida de um elástico sobre a pele, seguida por uma sensação de queimadura de sol. Em alguns casos, pode ser necessária uma anestesia local. Imediatamente após cada aplicação do laser, a pele poderá apresentar uma descoloração branca, e a área ao redor da tatuagem ou da mancha poderá ficar avermelhada e um pouco inchada. Isso é normal e desaparecerá progressivamente com o tempo. Deve-se evitar contato com o sol na área a ser tratada 30 dias antes e duas semanas após a sessão.

Embora a tecnologia tenha evoluído muito, ainda existem casos em que as tatuagens, sobretudo as profissionais, são difíceis de ser completamente removidas, o que reforça o bom senso de não se tatuar o corpo no impulso de uma emoção, pois é grande o número de pessoas que se arrependem após algum tempo. Mas, se a tatuagem já foi feita e hoje há a vontade de removê-la, a primeira atitude a ser tomada é procurar um consultório dermatológico para avaliação.

*Membro da Academia Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, e diretora administrativa da Clínica Yaga Laser & Cosmiatria – adriana@yaga.com.br.




AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião de Revista Mais. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Revista Mais poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.